SBPC Sociedade Brasileira
para o Progresso da Ciência




» English      » Español  


YouTube

Home / Notícias / Matérias 01 de Dezembro de 2016 SBPC lamenta perda de Berta Morretes

Sócia da SBPC desde o ano de sua fundação, Berta foi a pioneira da Botânica no Brasil

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) lamenta o falecimento da professora Berta Lange

 de Morretes, aos 99 anos, nesta quarta-feira (30). Sócia da SBPC desde o ano de sua fundação, Berta foi a pioneira da Botânica no Brasil e era professora aposentada do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP).

Nascida em Iffeldorf (Alemanha), em 28 de junho de 1917, Berta mudou-se com a família para Curitiba ainda criança. Em 1935, seu pai, Frederico Lange de Morretes, foi convidado a ocupar o cargo de pesquisador do Departamento de Zoologia do Museu Paulista e, pouco tempo depois, tornou-se professor da recém-criada Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL). Em 1938, Berta e a irmã Ruth decidiram fazer parte da primeira turma do curso de Ciências Naturais da FFCL.

Formou-se em 1941 e foi convidada a permanecer na Universidade como pesquisadora e professora, participando ativamente da construção do atual Instituto de Biociências, principalmente do Departamento de Botânica. Especialista na área de Anatomia Vegetal, ela desenvolveu pesquisas relacionadas aos temas de morfologia, anatomia foliar e cerrado.

Mesmo aposentada desde 1988, Berta continuou dando aulas no Departamento de Botânica até 2013, além de desenvolver um estudo sobre o efeito das radiações ionizantes na estrutura dos órgãos das plantas.

A cerimônia de cremação ocorre nesta quinta-feira, dia 1 de dezembro, a partir das 14 horas, no Cemitério e Crematório Horto da Paz (Rua Horto da Paz, 191, Potuverá, Itapecerica da Serra/SP).

Jornal da Ciência com informações do Jornal da USP 

Outras Notícias

Veja Mais