SBPC Sociedade Brasileira
para o Progresso da Ciência




» English      » Español  


YouTube

Home / Notícias / Matérias 05 de Abril de 2017 Presidência do CNPq responde à carta encaminhada pela SBPC em relação ao Centro de Memória

Em carta enviada à presidência da SBPC nesta terça-feira, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico esclarece que foram feitas alterações na estrutura institucional, mas tais mudanças não acarretarão na extinção do Centro de Memória, dos serviços nele executados e nem de suas equipes

A SBPC vem a público reconhecer o erro de não ter se informado junto ao CNPq sobre o Centro de Memória, antes de publicar manifestação contra o possível fim do instituto.

No dia 29 de março o Jornal da Ciência publicou que a presidente da SBPC, Helena Nader, havia enviado uma carta ao presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Mário Neto Borges, manifestando sua preocupação com o estado de abandono do Centro de Memória do CNPq, criado em 2004, com a finalidade de recuperar a memória dessa instituição. Mas ontem (04) a presidência da SBPC recebeu uma carta de Borges, lamentando que a SBPC não ouviu a direção do CNPq sobre o assunto.

A carta esclarece que foram feitas alterações na estrutura institucional, mas tais mudanças não acarretarão na extinção do Centro de Memória, dos serviços nele executados e nem de suas equipes.

 

Veja a carta abaixo:

Senhora Presidente,

Desapontado com a atitude e o conteúdo do ofício que nos foi encaminhado e - publicado no Jornal da Ciência - sem ao menos ter ouvido a Direção do CNPq, a qual V.Sa. tem acesso pessoal e profissional direto, encaminho a seguir

Nota de Esclarecimento sobre o assunto em pauta.

Para que prevaleça a verdade e se faça justiça ao direito de esclarecimento do assunto, solicito que também seja publicado no mesmo veículo acima mencionado este ofício com a respectiva Nota anexa para esclarecimento dos leitores.

Atenciosamente

 

Mario Neto Borges

Presidente do CNPq

 

 

O CENTRO DE MEMÓRIA DO CNPq

 

Visando otimizar e aprimorar a gestão organizacional do CNPq, a atual Gestão tem feito mudanças na estrutura institucional a partir da atualização do seu Regimento Interno - Portaria n° 951, de 23 de fevereiro de 2017.

 

Neste sentido o Centro de Memória ganhou novo espaço, com anuência do setor responsável, o Serviço de Gestão de Documentos. As alterações trazem mais organicidade ao tratamento dos documentos na integração do arquivo histórico e do arquivo de guarda permanente da Instituição. Também resultam em melhor organização das equipes, das atividades de levantamento histórico e dos arquivos.

 

O novo layout permite abrigar a oportuna chegada do Escritório Regional da Finep nas instalações físicas do CNPq. Trata-se de uma decisão estratégica de aproximação das duas agências, essencial à integração das políticas de fomento à ciência, tecnologia e inovação.

 

Essa mudança não gerou a extinção do Centro de Memória, dos serviços nele executados e nem de suas equipes.

 

O Centro de Memória continua atuando com equipe própria que conduz projetos tais como: histórico e constituição dos Comitês Assessores; levantamento das atividades do Conselho Deliberativo do CNPq; levantamento da história parlamentar da criação do CNPq (com menções desde 1938) e das Comissões Parlamentares do segmento de CT&I. Além disso,  estão ativos os intercâmbios com instituições afins como o MAST (Museu de Astronomia e Ciências Afins) e o IBICT (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia).

 

Sabedora que o CNPq possui um rico acervo histórico bibliográfico, esta Gestão atua de forma responsável, zelando para garantir a preservação da memória Institucional e da Ciência Brasileira.

 

Direção Executiva do CNPq

 

O documento original pode ser acessado aqui.

Outras Notícias

Veja Mais